ELEMENTOS QUE COMPÕE O AR CONDICIONADO AUTOMOTIVO

ELEMENTOS QUE COMPÕE O AR CONDICIONADO AUTOMOTIVO

Para o Ar Condicionado Automotivo funcionar e promover conforto térmico, um sistema de refrigeração precisa ser montado no automóvel. Hoje, quase todos os modelos novos possuem esse sistema de fábrica. Para entender o sistema de ar condicionado automotivo, observaremos todos os itens evidenciados em seus detalhes técnicos, analisando a sua função. Entenderemos mais sobre Ar Condicionado Automotivo.

O Compressor é a parte pricipal do sistema e sem ele não teria possibilidade de acontecer a refrigeração. Sua função é comprimir o fluido refrigerante que foi retirado do evaporador como gás em baixa pressão e baixa temperatura, mandando logo em seguida este fluido para o condensador. Nessa hora, o fluido superaquece por dois efeitos: primeiramente este fluido ao ser comprimido é forçado a sair por uma tubulação de menor diâmetro que quando entrou no compressor. O outro efeito é o fato do fluido ter alta concentração de caloria latente em sua composição química, acontecendo assim a absorção da energia do ambiente que está sendo resfriado. Sendo assim, a função do compressor é fazer com que o fluido refrigerante circule pelo sistema inteiro.

A função do condensador é muito importante também para a manter o clima e a temperatura fria dentro do automóvel. O condensador transforma o fluido gasoso que se encontra quente em liquido. Dessa forma o processo se inicia.Esta mudança de estado, só acontece pelo efeito do eletroventilador, elemento que dissipa o calor que o fluido absorveu. A função das serpentinas é realizar a troca de calor.Se parece com o radiador do veículo automotivo.

O elemento responsável por reter as impurezas e que armazena uma quantidade bem pequena de fluido para finalizar a vedação do sistema é o filtro secador.

O fluxo do fluido em todo o sistema é controlado pela Válvula de Expansão. Cada vez que o botão de controle do ar condicionado é ligado, o motorista monitora a capacidade do sistema impedindo ou liberando a passagem do fluido. Assim, realiza o controle do resfriamento do ambiente.

A absorção do calor que está no carro é realizada pelo Evaporador.Este calor é trocado pelo conforto térmico. O fluido passa por suas serpentinas. O fluido então se evapora e retira do ambiente o calor pela ação do compressor. Ai então o compressor manda o fluido que está nas serpentinas para o condensador.

As Mangueiras são responsáveis por realizar a ligação de todo o sistema refrigerante.Precisam sempre estar em estado perfeito de funcionamento e não podem estar ressecadas para não comprometer o sistema de ar condicionado automotivo. Estando em perfeito estado, evitam que fluidos do sistema de ar condicionado automotivo se percam, causando dessa maneira um funcionamento inadequado do sistema.

Os pressostatos controlam a alta e a baixa pressão do sistema. Se o ar se esfria ou esquenta, o pressostato liga ou desliga, fazendo com que o compressor atue automatizando o sistema. isso é explicado da seguinte maneira: a temperatura do sistema variando, a pressão e o volume do fluido apresentarão variações também.Quando a pressão aumenta, o eletroventilador é ligado pelo módulo controlador do carro para dissipar o calor. Sendo assim, temos um ciclo que só é finalizado quando o condutor do veículo quiser.

Para finalizar, apresentaremos o Transdutor de Pressão. Ele é responsável por comunicar o modulo controlador do automóvel toda essa variação no sistema.Sendo assim, a temperatura fica de acordo com o que foi solicitado pelo condutor do veículo, pois essas informações são microprocessadas.

Comments are closed.