Dicas para dirigir na estrada

Para aproveitar aquele ventinho no rosto e curtir a paisagem com segurança, saiba quais são as situações mais recorrentes quando você põe o pé na estrada.

Entrando numa curva

Antes de pegar uma curva, deve-se frear e desacelerar o veículo. Ao entrar nela, acelere gradativamente, isso ajuda a dar mais aderência ao carro. Vire a direção com suavidade e nunca freie no meio da curva. Pois pode travar as rodas e levar o veículo a derrapar ou até capotar. Quando entrar rápido demais numa curva, tire o pé do acelerador e reduza a marcha.

Hora certa

Prefira viajar durante o dia, quando estamos mais descansadas e as condições de visibilidade são muito melhores. Guiar à noite exige atenção em dobro e velocidade reduzida, pois as luzes dos carros e a fraca iluminação da pista podem atrapalhar a visão. Se tiver que dirigir depois do sol se pôr, use a faixa da pista como referência. Em caso de falta de sinalização, use as luzes traseiras do veículo que estiver à sua frente para se guiar. Assim você prevê com antecedência qual sentido seguir.

Fazendo uma ultrapassagem

É uma das manobras mais arriscadas de se fazer numa estrada. Por isso, seja sempre muito prudente na hora de executá-la. Primeiro de tudo, confira a sinalização da pista e certifique-se de que, naquele trecho, ultrapassagens são permitidas. Depois, ligue a seta para avisar ao motorista da frente que você fará a manobra. Procure ser rápido e evite fazer ultrapassagens em curvas e aclives. Ao ser ultrapassado, diminua sua velocidade até que o outro veículo atinja uma distância segura.

Animais na pista

Reduza a velocidade e verifique se o automóvel que vem logo atrás está a uma distância segura. Não buzine e desligue os faróis altos. Se possível, pare e espere que o animal conclua a travessia da pista. Nesse caso, lembre-se de ligar o pisca alerta para sinalizar aos outros motoristas sobre o perigo. Para ultrapassar, passe sempre por trás do bicho.

Tempo ruim

Chuva e neblina exigem atenção redobrada das motoristas. Com a pista molhada e a visibilidade comprometida, reduza a velocidade, acenda os faróis baixos e mantenha uma distância segura em relação ao carro da frente. Use as marcações da pista ou as luzes traseiras do carro à frente como referência.

Força dos ventos

Em trechos de estrada aberta, uma rajada de vento lateral pode desestabilizar o veículo. Quando isso acontecer, reduza a velocidade e segure o volante com bastante firmeza. Abrir os vidros do veículo também ajuda.

Atenção aos sinais

Motoristas de ônibus e carros, caminhoneiros, costumam utilizá-los na estrada para se comunicar. Descubra o significado de cada um deles:

– Piscar os faróis duas vezes: sinaliza que os carros que trafegam no sentido oposto devem reduzir a velocidade, pois vão encontrar algum problema na pista.

– Duas buzinadas curtas: indica agradecimento a um motorista que facilitou uma ultrapassagem, por exemplo.

– Buzinar e piscar faróis: se o veículo que vem atrás de você der esse sinal, abra passagem, pois há algum tipo de problema, como uma pessoa passando mal dentro do veículo, por exemplo.

– Piscar faróis com insistência: indica que há algo errado com o automóvel que segue à frente.

Comments are closed.